Alice Ruiz e a Concisão do Haikai


Alice Ruiz nasceu em Curitiba (PR), em 22 de janeiro de 1946. Desde cedo demonstrou seu pendor para a escrita, tendo publicado, aos 26 anos, em jornais culturais e revistas, alguns poemas escritos em sua juventude. Seu primeiro livro, “Navalhanaliga”, foi publicado quando tinha 34 anos. Foi casada com Paulo Leminski, já falecido, com quem teve três filhas. Foi ele quem, ao ler seus poemas, descobriu que a autora escrevia haicais. Encantada com essa forma poética japonesa, passou a estudá-la, tendo traduzido quatro livros de autores e autoras japonesas, nos anos 80. Compõe letras desde os 26, tendo lançado, em 2005, seu primeiro CD, o “Paralelas”, em parceria com Alzira Espíndola. Escreveu, antes de lançar seu primeiro livro, textos feministas, no início dos anos 1970 e editou algumas revistas, além de textos publicitários e roteiros de histórias em quadrinhos. Participou do projeto Arte Postal, pela Arte Pau Brasil; da Exposição Transcriar – Poemas em Vídeo Texto, no III Encontro de Semiótica, em 1985, SP; do Poesia em Out-Door, Arte na Rua II, SP, em 1984; Poesia em Out-Door, 100 anos da Av. Paulista, em 1991; da XVII Bienal, Arte em Vídeo Texto e também integrou o júri de 8 Encontros Nacionais de Haicai, em São Paulo.





diante do mar
três poetas
e nenhum verso



][



mar bravio
a cada onda
novo silêncio



][



manhã de outono
o verde do mar
também amarela



][



contra o prédio cinza
uma só flor
e todas as cores



][



procurando a lua
encontro o sol
mas já de partida



][



sinal fechado
o menino atravessa
escrevendo versos



][



põr-do-sol
em torno dele
todos os cinzas



][



som alto
vento na varanda
a samambaia samba



][



trânsito parado
os mesmos olhares
e ninguém se olha



][



começo de outono
cheia de si
a primeira lua



][



último raio de sol
primeiro da lua
outono nascendo



][



nuvem de mosquitos
tocando violão
silenciosamente



][



sob a folha verde-escura
a folha verde-clara
trêmula dissimula



][



cerimônia do chá
três convidados
e um mosquito



][


A poeta Alice Ruiz

_


A Revista POESIA AVULSA é editada e organizada pelo poeta André Merez [+ informações ] 


_

Comentários

Poetas mais lidos na Poesia Avulsa:

Conceição Evaristo: Cinco Poemas Definitivos

Patativa do Assaré: Poemas de Luta e de Terra

Três poemas de Raul Bopp

Adriane Garcia: Poemas de Quase Amor

Cesare Pavese: Três Poemas Traduzidos

Tarso de Melo: Íntimo Desabrigo

Alberto Bresciani em Seis Poemas

Roque Dalton: Um Poeta Guerrilheiro

Seis poemas visuais de Fabiano Fernandes Garcez

Micheliny Verunschk: Poemas Esparsos