Vasco Cavalcante: Reverso dos Dias


Vasco Cavalcante nasceu em Belém do Pará. Foi um dos fundadores do grupo de poesia alternativa Fundo de Gaveta (1981-1983). Tem poemas publicados nas revistas: “ZUNÁI - Revista de poesia & debates”, “Mallarmargens”, “Escamandro” e “Polichinello”. Em 2012 participou da plaquete, "Desvio para o vermelho: treze poetas brasileiros contemporâneos" (CCSP); Em 2015 teve seu livro de poemas "Sob Silêncio" publicado pela Editora Patuá, de São Paulo. Em março de 2016, é publicado um artigo, no Fórum de Literatura Brasileira Contemporânea, da UFRJ, sobre seu livro "Sob Silêncio", escrito pelo poeta Paulo Nunes e a jornalista Vânia Torres. Os poemas abaixo foram selecionados especialmente para a revista POESIA AVULSA E fazem parte de seu novo livro “Reverso dos dias”, com lançamento marcado para o dia 14 de setembro na Fox Livraria no Belém do Pará. (+ informações)






vozes,



bradam no silêncio



resgatam, crivam
todos os sentidos,
rompem a inércia
inócua da palavra


extraem
o impávido
e irascível
vácuo


atormentam,
transgridem,
tragam


extinguem o branco do mundo



diluem,
transcendem,
silenciam


vozes



para Márcia Huber







_





Não revogo
sentimentos,
rabisco a pele
na ponta
da língua

enlevo libidos
sol a sol

nos regressos,
tateio a fome,
doo cicatrizes

um marco
à deriva

          vago,
              sorvo ventanias

não revogo




_





quando te leio
toda palavra
nos escreve

por mais que
seja terra árida
ou desvio,
segredos
se expõem,
ao doce
fulgor dos
incêndios






_





Sorver dos lábios da noite
o mênstruo das madrugadas

Sorver lua, céu noturno,
ventres abissais

Sorver com a ponta
dos anzóis

mil versos, halos
de mil faróis





_



tuas pegadas,

rios, versos,
minhas veias

o
estiolado
gozo
no ventre
escuso da noite

o ronco
do sêmen
submerso

a
usina-corpo
sua, soa

rugem os
incêndios

tecem as
estrelas



ao Max Martins





_




uma palavra,
um cepo oco

invento
sob sua luz,
um presságio

abstraio
sua cerne,
seu lúmen

cravo em
sua encosta

um poema




_
O poeta Vasco Cavalcante  I  Foto: Shirley Penaforte
c_


A Revista POESIA AVULSA é editada e organizada pelo poeta André Merez [+ informações ] 


_

Comentários

Poetas mais lidos na Poesia Avulsa:

Conceição Evaristo: Cinco Poemas Definitivos

Patativa do Assaré: Poemas de Luta e de Terra

Três poemas de Raul Bopp

Adriane Garcia: Poemas de Quase Amor

Cesare Pavese: Três Poemas Traduzidos

Tarso de Melo: Íntimo Desabrigo

Roque Dalton: Um Poeta Guerrilheiro

Alberto Bresciani em Seis Poemas

Seis poemas visuais de Fabiano Fernandes Garcez

Micheliny Verunschk: Poemas Esparsos